pós graduação online em saúde mental: gestão, avaliação e planejamento no campo da atenção psicossocial

Apresentação

A Reforma Psiquiátrica brasileira propôs o investimento em novas práticas, não mais hospitalocêntricas, qualificando a atenção como psicossocial e redefinindo o sentido de saúde na fronteira entre o individual e o coletivo, impondo a integração dos modelos de atenção e de gestão das práticas de saúde nos diversos níveis. 

No campo da gestão e planejamento dos serviços, tivemos um desenvolvimento desigual. Muitos serviços copiaram práticas gerencialistas e produtivistas mais próximas do fordismo ou toytismo que dialogam pouco com os princípios da reforma psiquiátrica, sendo que estes últimos sempre miraram práticas democráticas e participativas. Por outro lado, tivemos serviços que se formaram nos princípios da clínica ampliada da antiga Politica Nacional de Humanização brasileira. Fomentaram espaços participativos de co-gestão, Assembleias de usuários, projetos terapêuticos singulares e a clinica centrada na pessoa e no território, conceitos estes mais consoantes com os princípios da própria reforma psiquiátrica.

Este curso visa retomar e abordar o clássico composto da gestão-planejamento e avaliação a partir dos paradigmas da clínica ampliada do sanitarista brasileiro Gastão Wagner e dos paradigmas da Atenção Psicossocial oriundos da Reforma Psiquiátrica brasileira. O planejamento em saúde subsidia o trabalho das equipes de saúde para resolver os principais problemas da comunidade. As equipes de saúde que utilizam o planejamento como ferramenta de trabalho têm maiores chances de desenvolver um trabalho mais resolutivo. Mas se este planejamento é realizado nos moldes participativos e calcados em princípios como o cuidado centrado nas histórias das pessoas e de forma conjunta com elas, reforça-se o apoio a autonomia própria da atenção psicossocial.

Objetivos do curso


Compreender os diferentes fundamentos que calcam diversos paradigmas de planejamento e avaliação no âmbito da saúde mental;


Identificar modelos de atenção e de gestão em saúde no SUS no campo da saúde mental;




Identificar formas de planejamento e de avaliação em saúde que dialoguem com os paradigmas da democracia institucional e reforma psiquiátrica brasileira;

Promover discussões e reflexões sobre mecanismos e instrumentos de avaliação e gestão em saúde mental;



Identificar e organizar arranjos institucionais e dispositivos organizacionais com o foco no território na atenção psicossocial;


Identificar, planejar, organizar ações de gestão da clínica e de clínica ampliada voltadas para atenção psicossocial.


Disciplinas e Cronograma

Módulo 1: Fundamentos de planejamento e gestão no campo da atenção psicossocial

1)
Princípios de Planejamento e Gestão em diálogo com a Clínica Ampliada
10h - Claudia Penido
Aulas em 01/11 e 08/11/22
Ementa: A clínica ampliada. Gestão da clínica: genograma, ecomapa, acolhimento, adscrição de clientela, longitudinalidade, Equipe de referência. Princípios de planejamento e logicas de atenção. Analise critica dos planejamentos centralizados e participativos.


2)
O Diálogo entre Democracia Institucional e Reforma Psiquiátrica
15h - Marcelo Kimati
Aulas em 22/11, 29/11 e 06/12/22
Ementa: Histórico da reforma psiquiátrica. Novas relações do usuário no contexto da atenção em saúde mental de base comunitária “Portas Abertas”. Atenção Psicossocial e o cuidado em liberdade. A contrarreforma atual.Princípios da democracia Institucional e identificando aspectos totais das instituições.


3)
Fundamentos históricos da avaliação em Saúde
10h 
Aulas em 13/12/22 e 17/01/2023
Ementa: Conceitos de avaliação. Modelos e ferramentas de avaliação em saúde. Institucionalização da avaliação em saúde: processos contínuos de monitoramento, controle e avaliação dos processos. Abordagens e atributos em avaliação. Modelos lógicos e Avaliabilidade. Técnicas de consenso.



4)
Bases conceituais da Atenção Psicossocial
15h - Cassiano
Aulas em 24/01, 31/01 e 07/02/23
Ementa: Clinica centrada na Pessoa. Cogestão do cuidado. Atenção e estratégia em redes. Saúde mental comunitária: acolhimento, autonomia, garantias de direitos, cuidado pactuado, mediação de conflitos em um espaço dialógico, Território. Diagnósticos ampliados e críticos ao modelo hierárquico categorial psiquiátrico. As diversas clínicas que compõe o paradigma da Atenção Psicossocial.


Avaliação do eixo 1: 14/02/23

Módulo 2: Planejamento do cuidado e gestão da clínica

5)
Elementos que compõe a Gestão da Clínica na Atenção Psicossocial
10h - Deivisson Vianna
Aulas em 28/02 e 07/03/23
Ementa: Analise epistemológica dos diagnósticos psiquiátricos, construção de atributos diagnósticos ligados ao território. Elencar e debater arranjos organizacionais como a organização dos espaços coletivos: assembleias e reuniões de planejamento. Acolhimento multiprofissional em saúde,princípio da co-gestão da clínica.


6)
O Território e articulação do cuidado em Rede
15h - Nazareth Malcher
Aulas em 14/03, 21/03 e 28/03  
Ementa: Redes de atenção, organização territorial e conceitual da RAPS, redes quentes e redes frias, organização e planejamento do cuidado em rede. Intra e intersetorialidade.


7)
Planejamento participativo e construção de Serviços Centrados nas Pessoas
20h - Rodrigo Pessotto
Aulas em 04/04, 11/04, 18/04 e 25/04/23
Ementa: Princípios básicos: autonomia e cogestão. Clinica, serviços e protocolos centrados nas pessoas. Formas de planejamento. Planejamento participativo.


8)
O trabalho e gestão colaborativo, interprofissional e matricial na Rede
15h - Bruno Emerich
Aulas em 02/05, 09/05 e 16/05/23
Ementa: Trans, inter e multiprofissionalidade. Principios da cogestão de processos e de pessoas. Organizaçãodas Ações de Apoio Matricial; responsabilidades compartilhadas entre as Equipes Matriciais de Saúde Mental; Atenção conjunta e compartilhada. A clínica como guia para formação de equipes.


9)
Projeto Terapêutico Singular e o cuidado de casos graves
15h - Rossana Seabra
Aulas em 23/05, 30/05 e 06/06/23
Ementa: Elementos para construção de projetos terapêuticos singulares. Planejamento de ações individuais e coletivas em saúde mental. A equipe de referencia e a formação de vinculo em saúde. Ferramentas de cuidado no território e a atenção domiciliar.


10)
Elaboração de projetos financiados e projetos de serviços e estratégias em saúde mental 
10h 
Aulas em 13/06 e 20/06/23
Ementa: Princípios para a construção de projetos no campo da saúde mental. Planejamento e escrita de projetos com o foco nos direitos humanos.


Avaliação do eixo 2: 27/06/23

Módulo 3: Avaliação da clínica e dos serviços com foco psicossocial

11)
Avaliação de Equipes no paradigma participativo
15h - Juarez Furtado
Aulas em 04/07, 11/07 e 18/07/23
Ementa: Histórico e evolução do campo da avaliação em saúde no âmbito. Tipologias de avaliação; Qualidade em saúde: conceitos e atributos; Etapas da avaliação; Perguntas avaliativas. O Paradigma participativo nas avaliações.


12)
Criação e co-gestão de indicadores
15h 
Aulas em 25/07, 01/08 e 08/08/23
Ementa: Critérios e indicadores de avaliação; Matrizes de monitoramento, de julgamento e deavaliação; Metodologia da pesquisa qualitativa; Metodologia da pesquisa quantitativa; Análise deimplantação; Avaliação de desempenho de intervenções em saúde; Meta-avaliação;Institucionalização, Usos e influência da avaliação. Construção participativa de indicadores em saúde.


13)
Avaliação e Planejamento de políticas e serviços e processos no campo da Atenção Psicossocial
15h - Thiago Trape
Aulas em 15/08, 22/08 e 29/08/23 
Ementa: Princípios que fundamentam o planejamento de politicas e serviços de saúde mental. Serviços comunitários. Ofertas de cuidado intersetoriais em rede. Analise de sistemas de saúde comparados com o foco em politicas de saúde mental. Cuidado segregador X cuidado em liberdade.


14)
Diálogos entre avaliações centradas na pessoa e Atenção Psicossocial
15h - Nazareth Malcher
Aulas em 05/09, 12/09 e 19/09/23
Ementa: Autoavaliação e participação de equipes e usuários no cuidado. Criação de linhas guias de saúde mental centradas nas pessoas. Itinerários terapêuticos e cartografias como elementos avaliadores de uma rede. Praticas dialógicas e escuta ativa.


Avaliação do eixo 3: 26/09/23

Módulo 4: Gestão de pessoas e do trabalho em saúde mental

15)
“Novos” Modelos de Gestão em Saúde: contratualização e gestão por resultados na Saúde.
15h - Dafne
Aulas em 03/10, 10/10 e 17/10/23
Ementa: Do conceito de administração ao conceito de gestão. Princípios da gestão desistemas e serviços de saúde. Aspectos da conjuntura da gestão em saúde mental no Brasilno contexto das redes. Desafios da gestão em saúde para a implantação de modeloassistencial coerente com os princípios e diretrizes do SUS e da Reforma Psiquiátrica. Análise crítica de modelos de gerência em saúde e modelos de assistência à saúde.


16)
Gestão da Educação em Saúde Mental: os dilemas da Educação Permanente
15h  
Aulas em 24/10, 31/10 e 07/11/23
Ementa: Educação Permanente – princípios e estratégias de implantação. Educação continuada, supervisão e formação de equipes. Elementos pedagógicos da transdisciplinaridade.


17) 
Gestão do Trabalho e formação de grupalidade na Saúde Mental
20h - Sabrina Stefanello
Aulas em 14/11, 21/11, 28/11 e 05/12/23
Ementa: Processos de trabalho anti-tayloristas. A fragmentação do trabalho e o sentido da práxis. Formação pelo trabalho. Ambientes promotores de saúde mental. A saúde mental dos trabalhadores. Processos de comunicação em equipe. Formação de espaços coletivos. Manejos de grupos e de espaços coletivos.


18)
A função apoio nas redes e nas equipes
10h - Deivisson Vianna
Aulas em 12/12 e 16/01/2024
Ementa: A função gerencial e a função apoio. O apoio institucional e o apoio na gestão. Organogramas horizontalizados de gestão. Nucleo e campo de atuação e saber.


19)
Co-gestão do Cuidado e de Pessoas na comunidade
10h - Ana Carolina Florence
Aulas em 23/01 e 30/01/24
Ementa: Dimensões participativas do cuidado planejado. Recovery e caminhos para o autocuidado. Fomento as estratégias de mutua ajuda e suporte mutuo comunitário. Controle social e participação ativa da comunidade na gestão.


20)
Criação de serviços centrados nos diretos humanos: valorizadores da raça, gênero e populações vulnerabilizadas
10h - Marcos Duarte e Emiliano Camargo
Aulas em 06/02 e 13/02/24
Ementa: Construção de espaços voltados aos direitos humanos. Racismo e saúde mental. Questões de Gênero e saúde mental. Violência no campo da saúde mental. Populações vulnerabilizadas e vulnerabilidades.


21)
Ambiência e planejamento de serviços na especificidade da saúde mental infanto juvenil
15h - Melissa
Aulas em 20/02, 27/02 e 05/03/24
Ementa: Conceito de ambiência. Ações e estratégias no campo da saúde mental infanto-juvenil. Planejamento intersetorial.


Avaliação do eixo 4: 12/03/24

Metodologia

Aulas interativas

Aulas dialogadas a partir de textos, vídeos, podcasts e materiais multimídia e espaços para reflexão em grandes e pequenos grupos que visem compartilhamento de experiências que visem uma ampliação dos olhares sobre o campo de práticas em torno da Gestão e planejamento em Saúde Mental.

Área do Aluno

Ao entrar no curso, você terá acesso a área do aluno, um portal que tem como objetivo auxiliar seu processo de estudo e aprendizagem. 

Tutor

O aluno vai ter o acompanhamento de um tutor durante o curso, que possibilitará a troca, a construção e a produção de saberes entre os alunos do curso. 

Conteúdo 100% Online

Aula online e ao vivo às terças-feiras das 19h00 às 22h00. Trilha de aprendizagem com materiais teóricos, vídeos e slides. Materiais das aulas e materiais complementares. 

Desenvolver ações e projetos

Ao concluir o curso espera-se que as alunes possam planejar, organizar e executar ações de cuidado e projetos em saúde mental. Identificar e organizar arranjos institucionais e dispositivos organizacionais com o foco no território na atenção psicossocial;
FREQUÊNCIA

No mínimo, 75% de frequência nas aulas ao vivo.

AVALIAÇÃO POR CONCEITOS

  • Participação em aula e atividades propostas em aula;
  • Atividades reflexivas por eixo;
  • Proposição em Grupo de Dispositivo ligado às políticas Publicas.

100% ONLINE COM AULAS AO VIVO

Possibilita interação com professores e entre os alunes. Durante as aulas, ocorrerão atividades de reflexão e discussão de casos práticos.

Carga horária: 372 horas

Perfil do Público Alvo

Profissionais e gestores graduados que atuem no campo da saúde, saúde mental, atenção básica e atenção psicossocial, bem como profissionais graduados que trabalhem indiretamente com o campo ou que nele tenham interesse.
Imagem
image
Certificação
A Faculdade Censupeg Nota 5 no MEC é a responsável pelo projeto pedagógico, regulamentos específicos, as condições de oferta obedecem as disposições legais vigentes e pela Certificação do aluno. A Faculdade CENSUPEG, situada em Joinville, SC, credenciada pela portaria No 1.596, de 10 de Setembro de 2019, publicada no D.O.U ( Diário Oficial da União) no dia 12 de Setembro de 2019. O Certificado será emitido com a carga horária de 372 horas ao final da formação.



Investimento

R$ 5.840,00
20x R$ 292,00*
Pagamento via boleto bancário
Duração do curso: 15 meses
Carga horária: 372 horas
Início das aulas: 01 de novembro de 2022






Ficou interessado em fazer parte da Pós-Gradução em Saúde Mental?

Perguntas Frequentes

A Pós-graduação ONLINE: "Gestão, avaliação e planejamento no campo da atenção psicossocial" é reconhecido pelo MEC?

Sim, A Pós-Graduação é uma parceria do Cenat e da Faculdade Censupeg. A Faculdade Censupeg Nota 5 no MEC é a responsável pelo projeto pedagógico, regulamentos específicos, as condições de oferta obedecem as disposições legais vigentes e pela Certificação do aluno. A Faculdade CENSUPEG, situada em Joinville, SC, credenciada pela portaria No 1.596, de 10 de Setembro de 2019, publicada no D.O.U ( Diário Oficial da União) no dia 12 de Setembro de 2019. O Certificado será emitido com a carga horária de 372 horas ao final da formação. Reconhecido pelo MEC, constando os nomes dos professores do curso. O cursos de Pós-Graduação Lato Sensu do Cenat é certificado pela Faculdade Censupeg, que é responsável pela Direção Acadêmica do curso.

Pode iniciar a Pós-graduação antes terminar graduação?

De acordo com o Ministério da Educação, uma pós pode ser iniciada por pessoas que possuem diploma da graduação. Portanto, fica claro que não é possível cursar uma especialização antes de terminar a faculdade.

Quem pode fazer uma Pós-Graduação?

De acordo com a resolução CNE/CES nº 1/2018 do MEC, os cursos de pós-graduaçãopodem ser oferecidos para aqueles indivíduos que já possuem um diploma de Ensino Superior, seja ele referente a um bacharelado, a uma licenciatura ou a um tecnólogo.

O que é uma Pós-Graduação?

Essa pergunta é muito comum. Uma Pós-Graduação é a continuidade e o aperfeiçoamento dos estudos da Graduação, seja ela bacharelado, licenciatura ou tecnólogo. A Pós pode ser uma Especialização em determinada disciplina da área, mas também pode ser um Mestrado ou um Doutorado.

A Diferença entre Pos-Graduação Lato senso e Stricto sensu

A Especialização é um tipo de Pós-Graduação, conhecida como lato sensu, cujo foco é trazer conhecimentos avançados para o aluno, a fim de atender às demandas do mercado de trabalho. A Pós-Graduação ainda abriga as possibilidades de Mestrado e Doutorado, que são cursos stricto sensu, ou seja, têm o objetivo de aprofundar os conhecimentos através de pesquisas acadêmicas. A Pós-Graduação lato sensu é mais voltada para o mercado de trabalho, como, por exemplo, as Especializações e os MBAs. Já os cursos stricto sensu são destinados aos programas de Mestrado e Doutorado, atuando, portanto, na área acadêmica, desenvolvendo pesquisas que vão contribuir para o campo de estudo e dando aos alunos um título de Mestre ou Doutor.  

Preciso fazer TCC?

A avaliação de conteúdo será feita no final de cada bloco em atividades reflexivas. No final do último bloco será realizada a avaliação final, que será a construção de um projeto terapêutico singular, não sendo portanto necessário realizar um TCC.

1.Participação nas aulas;
2.Participação nos seminários;
3. No final de cada bloco de disciplinas, será avaliado o aluno pelas atividades reflexivas;
4. Atividade - no final do último bloco sob orientação dos docentes do módulo, o aluno realizará Planejamento de ações e estratégia em redes, por meio do projeto terapêutico singular.

Quanto tempo dura?

A Especialização em Saúde Mental tem a duração de 372 horas, o que corresponde a 15 meses de estudos, sendo dividido em 5 eixos diferentes.

Qual é o título de quem faz especialização?

A especialização é um tipo de pós-graduação que tem como objetivo aprimorar os conhecimentos técnicos do profissional em uma área específica de sua carreira. Quem conclui um curso de especialização recebe o título de especialista.

Contato

  • Atendimento por email
    Entre em contato com nossa equipe pelo
    e-mail: isabelaoliveira@cenatcursos.com.br
  • Atendimento por WhatsApp
    Para tirar dúvidas sobre a inscrição do curso: (14) 99834-2075
  • Ainda tem alguma dúvida?
    Fale com a nossa Consultora Isabela